Gratidão e amor andam juntos

A gratidão e o amor devem estar sempre presentes em nossas vidas, mesmo que nem tudo aconteça do jeito que planejamos. Estar vivo é uma graça imensurável e temos que nos alegrar sempre, assim como diz na Palavra de Deus em 1 Tessalonicenses 5:16-18:

“Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco”.

Precisamos trabalhar nossos sentimentos, de modo que o orgulho não anule a gratidão.  Ao recebermos uma ajuda, por exemplo, devemos ser humildes e gratos, percebendo na boa ação do nosso próximo, o sentimento de amor que nos foi dispensado. Não nos deixando contaminar pelo sentimento de orgulho, por sermos ajudados.

Sempre ajudei as pessoas ao meu redor, mas nunca me coloquei no lugar de alguém que precisou da minha ajuda. Eu sempre fiz de coração, como manda a Palavra de Deus.

Em Colossenses 3 :23, a Palavra diz:

“Tudo o que fizerdes, fazei-o de coração, como ao Senhor e não aos homens.”

Mas foi passando por algumas dificuldades, em que precisei do auxílio e ajuda de algumas pessoas, que eu aprendi a ser grata. Eu aprendi a trabalhar meus sentimentos, eliminando o orgulho que, a princípio, tentou me dominar, transformando-o num sentimento de aceitação da benção recebida. Liberando amor e, consequentemente, a gratidão.

Para ser grato não basta dizer muito obrigado. É preciso sentir amor por quem nos abençoa. Somente quando o sentimento de amor é liberado seremos verdadeiramente gratos. Esse amor vai se propagando em nossas vidas e em tudo que fazemos e com ele vem uma paz muito grande.

Em Gênesis 33:11, a Palavra diz:

”Recebe o meu presente que eu te trouxe; porque Deus tem sido bondoso para comigo, e porque tenho bastante. Insistiu com ele, e ele o recebeu”.

Quando tudo parece sem solução e sem esperança; períodos de nossas vidas em que a escassez se faz gritante na área profissional, sentimental e, até mesmo, religiosa, o Senhor nos envia a Sua ajuda. Na medida certa, muitas vezes, maior até do que realmente precisamos. No tempo certo, no momento exato, Ele nos surpreende com Seu amor. Utilizando-se das pessoas que menos esperamos e as quais jamais esqueceremos. E através delas Deus nos envia o Seu socorro e a Sua provisão, tão necessária naquele instante. Deus nos presenteia e nos abençoa com Suas provisões divinas. Uma amiga da Igreja (Eide) chama-as de “Dádivas de amor”: são mimos, pequenos presentes de Deus. O carinho que só o Pai Celeste pode dar aos seus filhos.

Existe uma corrente do bem nessa vida, onde um deve ajudar ao outro a encontrar o seu equilíbrio. Enquanto “um” não estiver bem, o “todo” também não estará! Devemos amar ao próximo como a nós mesmos, pois somos partes de um todo. Somos parte do corpo onde Jesus é a cabeça!

Em Efésios 4:4;14-16 a Palavra de Deus diz:

Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação; 14. para que não mais sejamos meninos, inconstantes, levados ao redor por todo vento de doutrina, pela fraudulência dos homens, pela astúcia tendente à maquinação do erro 15. antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, 16. do qual o corpo inteiro bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, efetua o seu crescimento para edificação de si mesmo em amor.

 Ame, seja eternamente grato e confie em Deus! E receba a paz!


Foto por Stuart Miles de freedigitalphotos.net

2 Comments

  1. Sergio says:

    Muito lindo, precisamos realmente sermos mais gratos ao Senhor, pelo simples fato de respirarmos e sermos todo dia abençoados nos pequenos detalhes da vida.

    • Cristina Polverini says:

      Obrigada Sérgio!
      Temos que ser gratos sim e com muito amor no coração!
      Beijos a Paz!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *